Renegociação de dívida do Fies deve valer para 1 milhão de contratos ativos

  • 13/01/2022
  • 0 Comentário(s)

Renegociação de dívida do Fies deve valer para 1 milhão de contratos ativos

Estudantes inadimplentes com o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) poderão renegociar as dívidas com até 92% de desconto. O texto que facilita o pagamento da dívida foi editado em dezembro de 2021. Se regulamentada, a medida deve beneficiar cerca de 1 milhão de pessoas com contratos ativos do programa.

A quantidade de estudantes com contratos do Fies que estão no CadÚnico ou que receberam Auxílio Emergencial soma 548 mil contratos, e os demais inadimplentes somam 524,7 mil contratos de financiamento, conforme dados do MEC (Ministério da Educação).

Apesar de estar em vigor desde a semana passada, a medida provisória que institui a renegociação de dívida do Fies precisa passar por aprovação definitiva do texto, pelo Congresso Nacional, em até 120 dias após o fim do recesso legislativo.

A Medida Provisória n° 1.090/2021, publicada no dia 30 de dezembro de 2021, em edição extra do DOU (Diário Oficial da União), estabelece as diretrizes para a renegociação de dívidas do Fies para contratos firmados até 2017 com mais de 90 dias em atraso.

Assim, para os contratos com atraso superior a 90 dias, na data da publicação da medida provisória, o desconto no saldo devedor será de 12%, além de isenção de juros e multas, para pagamento à vista. Caso não seja possível a amortização imediata do valor, há a possibilidade de parcelar o total devido em 150 parcelas mensais e sucessivas, também com isenção de juros e multas.

Já para os inadimplentes há mais de 360 dias, o desconto no saldo devedor é de 92% para os financiados cadastrados no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do auxílio emergencial. Para os demais casos, o desconto será de 86,5% sobre o valor principal da dívida. Em ambas as opções, os descontos valem para pagamento a vista ou quitação em dez parcelas mensais e sucessivas, com reajuste pela Selic, conforme a publicação.

Nesse ano, o número de vagas que serão disponibilizadas pelo Fies será de 110.925, sendo que 66.555 estarão disponíveis no primeiro semestre e 44.370 vagas ficarão para o segundo semestre. Assim, o aporte é de R$ 500 milhões no FG-Fies (Fundo Garantidor do Fies), provenientes do orçamento do MEC.

O que é o Fies?

O Fies é um programa do governo federal que concede financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação de instituições privadas. As inscrições ocorrem duas vezes por ano, antes do início das aulas em cada semestre.

A candidatura leva em consideração a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Como a edição mais recente, o Enem 2021, ainda está em processo de aplicação, os estudantes deverão usar a nota do Enem de 2010 a 2020 no ato da inscrição. Outros fatores levados em consideração são: ter notas iguais ou acima de 450 pontos e nota diferente de zero na redação, e a renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. 

Fonte: Portal Bonde 
Foto: Reprodução


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Silva part. Ludmilla

Um pôr do sol na praia

top2
2. Os Barões da Pisadinha part. Xandi Avião

Basta você me ligar

top3
3. Marília Mendonça

Deprê

top4
4. Gusttavo Lima

Espetinho

top5
5. Zé Vaqueiro

Letícia

Anunciantes